O Programa de Iniciação Científica e seu impacto nas atividades de pesquisa da FACISB

  • Maria Luiza Nunes Mamede Rosa
Palavras-chave: Programa de iniciação científica, pesquisa científica, formação acadêmica e profissional

Resumo

Introdução: O Programa de Iniciação Científica da FACISB (PIC) foi implantado no ano de 2014, com o objetivo de dar início às atividades de pesquisa na Instituição contando com o envolvimento dos estudantes da graduação em Medicina. Estas atividades oferecem oportunidade aos alunos de vivenciarem todas as etapas da pesquisa científica, o que contribui para aprimorar sua formação acadêmica, desenvolver a pesquisa na FACISB e divulgar a Instituição em outras comunidades acadêmicas e científicas. Métodos: O ingresso dos estudantes no PIC era realizado semestralmente por processo seletivo, em data fixa estabelecida no Edital. Posteriormente a forma de ingresso foi alterada para fluxo contínuo, em qualquer época do ano. Resultados: O número de alunos e docentes vinculados ao PIC cresceu ao longo dos anos, com o número de docentes permanecendo aproximadamente o mesmo em 2016 e 2017. O número de alunos contemplados com bolsas de IC foi crescente de 2014 a 2016, se manteve em 2017 e reduziu em 2018. O número de trabalhos de pesquisa apresentados pelos alunos nos dois eventos científicos da Instituição reflete o satisfatório desenvolvimento dos projetos de IC. Estes resultados provavelmente contribuíram para a produção científica do corpo docente registrada em 2017 e 2018. Conclusão: As atividades de pesquisa certamente elevam o nível do corpo docente e do curso de graduação oferecido, aprimoram a formação dos estudantes envolvidos no PIC e contribuem de forma ímpar para divulgar a Instituição nas comunidades acadêmicas e científicas nacionais e internacionais. 

Publicado
2018-11-06
Seção
Artigos